Ciúme e Timidez

Ciúme

Por mais que os pais procurem demonstrar que amam os filhos com a mesma intensidade, eles sempre reclamam sobre os privilégios que um irmão têm a mais que o outro. Apesar de os amarem igualmente ,é natural que os pais tenham mais afinidades (semelhança nas opiniões, comportamentos , temperamento) com um deles. Muitas vezes essa situação é confundida com uma preferência, o que gera ciúme.

O ciúme é o sentimento mais comum entre os irmãos. Se não for adequadamente trabalhado, pode gerar brigas constantes e uma competição insuportável pela atenção dos pais. As acusações são muito comuns em meio a uma briga, mas evite reprimir a atitude dos filhos recriminando seus sentimentos hostis: “Você não pode ter raiva do seu irmão”. Esta atitude pode fazer com que seu filho sinta que não é certo ter essas emoções, quando na verdade elas fazem parte de todos nós. Isto pode gerar uma idéia errada que haveria perda do o amor dos pais, se eles não forem como eles esperam que eles sejam, acarretando insegurança e muitos comportamentos inadequados. Converse com seu filho explicando que entende, que muitas vezes ele sinta raiva do irmão mesmo gostando dele, porém, deve aprender a controlar seus comportamentos agressivos. Pode descarregar sua raiva com palavras, sozinho no seu quarto, socando o travesseiro até se acalmar. E depois que procure encontrar uma maneira de convencer o irmão. Ensine-os a usarem as palavras e não a força física.

Evite fazer comparações entre os irmãos. Ressaltar as qualidades de um filho para tentar motivar o outro a agir da mesma forma, só gera rivalidade entre eles. Descreva o que deseja que ele faça. “Gostaria que você guardasse seus sapatos.”
Lembre-se que cada filho tem uma necessidade e é impossível fazer tudo igual para todos. Portanto, analise como deve proceder com cada um, mas utilize sempre o reforço positivo para que o comportamento adequado se repita. O elogio verdadeiro, ainda é a melhor forma de desenvolver uma personalidade equilibrada.

Então, aproveite cada oportunidade do dia a dia para cultivar uma boa auto-estima nos filhos e diminuir o ciúme entre os irmãos.

Timidez

Você fica envergonhado por qualquer coisa ? Esse tipo de reação emocional ocorre geralmente quando a pessoa possui uma idealização extremamente elevada a respeito da sua imagem, que passa a ser demasiadamente exigente com a realidade, sentindo-se inferiorizada diante das pessoas. A diferença entre o “eu real” e o “eu imaginário” é a causa da intensidade do sentimento de rejeição, responsável pela sensação de inadequação diante dos outros.

Na verdade ninguém nasce tímido mas se torna durante a infância e a adolescência. Mesmo havendo uma predisposição a timidez, ela só será desencadeada se o ambiente for favorável ao seu desenvolvimento, ou seja, que existam cobranças superiores à capacidade deste ser humano, que está em formação, conseguir atingir.

A família, os parentes e amigos podem, com a melhor das intenções, criar uma expectativa de desempenho acima das possibilidades deste jovem que, para não decepcionar, procura sempre se superar. Ou ainda, este jovem vivencia os comentários negativos a respeito da sua pessoa, que o deixam inseguro quanto ao seu potencial de ser aceito pelo grupo.

Esta atitude de constante controle da impressão que transmite no ambiente que frequenta, produz tamanha tensão que dificulta um relacionamento normal com os outros.

Esta situação gera insegurança com relação à opinião dos outros. Para evitar o julgamento severo das pessoas, como faz consigo mesmo, ele prefere não se notado. Porém, este esforço para não chamar atenção, tem o efeito contrário. A tensão emocional desencadeia sintomas físicos, como o rubor, que independem da sua vontade.

Se você encontra-se nesta situação, para minimizar estes efeitos, procure analisar quais são os pensamentos mais freqüentes quando se sente envergonhado. Veja se são frutos da dua eterna crítica aos seus erros ou se são resquícios do passado.

Talvez você se fixe nos fracassos e não dê o devido valor aos seus progressos. Então, recorde-se das circunstâncias em que foi bem sucedido, onde recebeu elogios. Sinta-se reconhecido e passe a se valorizar, admirando suas tentativas e conquistas. Mude a visão de si mesmo e o mundo mudará com você.